Economize até 40% com o Mercado Livre de Energia

Como comprar energia no Mercado Livre

O processo e estratégia de compra de energia no Mercado Livre são essenciais para garantir economia e segurança aos consumidores.

Quando o consumidor está no Mercado Cativo de Energia, não possui a preocupação de realizar a contratação de energia todos os meses. Paga o que consome, com o preço regulado e preestabelecido de sua concessionária de energia.

No Mercado Livre de Energia o consumidor tem mais liberdade de escolha e deve possuir contratos de energia que supram sua necessidade de consumo todos os meses. Para isto, o consumidor deve possuir um ou mais contratos de Curto ou Longo Prazo, com montante de energia igual ou superior a seu consumo mensal.

Assim, após ter passado pelo processo de migração e se tornar agente CCEE, o consumidor está apto para comprar energia no Mercado livre.

A quantidade de energia contratada é definida em MW médio. Basicamente é a média mensal de energia por hora: MWh/h. Um mês de 30 dias possui 720 h, neste caso:

1 MW médio = 1 x 720 = 720 MWh

Para um mês com 31 dias, a quantidade de horas é de 744. Assim:

1 MW médio = 1 x 744 = 744 MWh

Longo Prazo

Neste tipo de contrato é adquirido uma certa quantidade de energia para meses ou anos futuros, há um preço fixado na negociação.

Um consumidor pode, por exemplo, comprar 1 MW médio para cada um dos meses de 2018 a R$/MWh 200,00, assim terá fixado sua despesa de energia para estes 1 MW médio.

Todos os meses deve ser feita a contabilização de consumo. Caso este consumidor utilizar mais do que o contratado, deve comprar energia no Curto Prazo para suprir seu consumo. Já, caso consumir menos de 1 MW médio, a sobra de energia será liquidada na CCEE pelo preço de Curto Prazo do mês de contabilização.

Os contratos de Longo Prazo podem possuir flexibilidade e sazonalidade.

Flexibilidade

Os contratos podem possuir uma flexibilidade mensal de montantes contratados. Considerando o contrato apresentado acima com flexibilidade de 10%, tanto para mais quanto para menos, o consumidor pode utilizar deste contrato entre 0,9 a 1,1 MW médio, dependendo de seu consumo.

Sazonalidade

Contratos com sazonalidade são aqueles que possuem discretização da energia mensal contratada. Por exemplo, pode ser definido montantes de contratação menores para os meses de janeiro e dezembro, devido as férias de final de ano.

Curto Prazo

Os contratos de Curto Prazo geralmente são realizados após o consumo, para suprir toda a necessidade de contratação. O preço da energia é baseado no PLD (Preço de Liquidação das Diferenças) mensal e o ágio (spread) da comercializadora. Todos os meses o preço de Curto Prazo varia, devido ao custo efetivo da energia elétrica no submercado em que a unidade consumidora está conectada.

O preço da energia no Mercado de Curto Prazo é muito volátil, onde pode ser muito vantajoso, quando as chuvas estão acima da média, como pode ser prejudicial, quando há secas e os reservatórios do sistema estão vazios.

Perdas

Quando se compra energia no Mercado Livre o consumidor deve levar em consideração as perdas do sistema, observando seu “Centro de Gravidade”. Este é um ponto virtual onde a geração e o consumo se igualam, onde neste ponto é que são consideradas todas as compras e vendas de energia na CCEE.

Geralmente estas perdas ficam em torno de 1% a 3%. Assim, sugere-se comprar cerca de 3% a mais de energia do que a medida pela concessionária.

Tipos de Energia

Um fator que deve ser observado é o tipo de energia que será contratado. Como explicamos em nosso artigo Tipos de Energia: Convencional e Incentivada, cada consumidor deve observar qual energia pode contratar e qual é mais adequada para seu padrão de consumo.

Consumidores Especiais, podem contratar apenas energia incentivada e Consumidores Livres podem contratar qualquer tipo de energia.

Dependendo do preço da energia e do padrão de consumo de cada consumidor pode ser mais vantajoso comprar uma energia mais cara. Porém que dê maior desconto nas tarifas de uso do sistema de distribuição (TUSD). Assim, deve-se analisar cada caso individualmente.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco!

Está interessado em migrar para o Mercado Livre?
Saiba se sua empresa pode migrar. Baixe nosso infográfico.