Economize até 40% com o Mercado Livre de Energia

O que é o PLD – Preço de Liquidação das Diferenças?

O Preço de Liquidação das Diferenças, mais conhecido como PLD, determina os preços do mercado de curto prazo e é a base para o Mercado Livre de Energia.

O sistema elétrico brasileiro que tem como fonte principal de energia as hidrelétricas é conhecido como Sistema Interligado Nacional – SIN. Em 2016, cerca de 70% da potência instalada de geração foram de hidrelétricas, 21% de usinas térmicas (gás, carvão, óleo e biomassa), 7% de eólicas e 2% divididos entre fontes nucleares, solares, entre outras.

Gráfico – Geração de energia no Brasil por fonte.

Como o próprio nome indica, o sistema elétrico é interligado em todo o Brasil e divido em 4 submercados: Norte, Nordeste, Sul e Sudeste/Centro-oeste. Os submercados trocam energia entre si até o limite de intercâmbio imposto pelo sistema de transmissão, onde a geração do submercado Norte pode ser consumida nos submercados Nordeste ou Sudeste/Centro-oeste por exemplo.

Figura – Submercados do Sistema Interligado Nacional (SIN)

Afinal, onde entra o PLD?

O PLD valoriza a energia em cada submercado no Mercado de Curto Prazo (MCP), que é o mercado onde são contabilizadas as diferenças entre a energia contratada e os montantes realmente gerados ou consumidos. Para melhor entendimento, pode-se dizer que o PLD precifica a energia não contratada para um determinado submercado e período.

São calculados PLD`s em três patamares de carga: pesado, médio e leve. Cada um representa horários de alto, médio e baixo consumo, respectivamente. Entretanto para os consumidores a média ponderada dos três patamares, chamado de PLD Médio, é a variável de interesse limitada a um valor máximo e mínimo.

O cálculo e divulgação do Preço de Liquidação das Diferença é feito pela CCEE, regulamentado pela ANEEL. É publicado toda sexta-feira, válido para a próxima semana de operação do sistema elétrico (sábado à sexta-feira).

Assim, no final de cada mês é realizada a média ponderada mensal para cada submercado, conhecido como PLD Mensal.

O PLD Mensal é o preço base para a compra de energia não contratada previamente e é utilizado para cálculo das liquidações financeiras da CCEE.

As contratações de energia no Mercado de Curto Prazo são baseadas neste PLD Mensal, podendo ter um ágio ou deságio por parte dos vendedores, dependendo do tipo de energia contratada: convencional ou incentivada.

Como é calculado o PLD?

Devido ao predomínio da fonte hídrica no SIN, o PLD tem como objetivo encontrar o ponto ótimo entre a utilização da energia provida das hidrelétricas, ou o armazenamento de água para utilização futura.

A maior utilização da energia hidrelétrica traria menores custos imediatos ao sistema, pois esta fonte é mais barata, porém seu uso demasiado aumentará os preços futuros e aumentará o risco de déficit de energia.

Deste modo, utilizando os modelos computacionais DECOMP (curto prazo) e NEWAVE (longo prazo), o PLD é calculado baseado principalmente no estado atual dos reservatórios, previsão de chuvas, demanda de energia, preço de combustíveis das usinas térmicas, entrada de novos projetos e disponibilidade de transmissão e geração.

Fundamentalmente, quando os reservatórios estão com alto armazenamento e as previsões climáticas são favoráveis, ou seja,  maior incidência de chuvas nas principais bacias hidrográficas para a geração, o Preço de Liquidação das Diferenças é menor. Caso os reservatórios estejam com volumes mais baixos e a previsão de chuvas   é desfavorável, seu preço aumenta.

Ok, entendi! Mas por que o PLD é tão importante para o Mercado Livre de Energia?

O Preço de Liquidação das Diferenças é a variável mais importante para o Mercado Livre de Energia, pois além de ser o preço base para as contratações da energia que não  foram adquiridas previamente e negociadas no Mercado de Curto Prazo, ele  influencia diretamente nos preços para contratação de médio e longo prazos.

Quer saber mais sobre os Mercados de Curto e Longo Prazo?

Para você entender melhor esta dinâmica de preços, lhe apresentaremos alguns exemplos:

  1. Considere que o PLD no submercado de sua empresa esteja abaixo de R$/MWh 100,00. No próximo mês começará o período úmido, no qual há mais chuvas no país (entre novembro e abril). As s previsões climáticas são favoráveis e os níveis dos reservatórios no SIN estão acima de 60%. A projeção é de que o PLD fique estável ou até caia para menos de R$/MWh 50,00.
    Neste cenário, você compraria energia antecipadamente para os próximos 6 meses a R$/MWh 250,00?
    Certamente não! Nestas condições será muito mais vantajoso comprar energia todos os meses no Mercado de Curto Prazo, baseado no PLD.
  2. Agora, imagine que as previsões para as chuvas nos próximos meses sejam abaixo da média e o período seco se iniciará. Apesar do PLD vigente ser R$/MWh 180,00, os níveis dos reservatórios estão abaixo de 35%. A projeção é de que o PLD aumente.
    Com este novo cenário, você compraria energia antecipadamente para os próximos 6 meses pelos mesmos R$/MWh 250,00?
    Caso você não tenha nenhum contrato de energia, é interessante que você contrate pelo menos parte do consumo previsto da sua empresa para os próximos meses.

Viu como o PLD e suas projeções mudam a perspectiva de mercado?

Os comercializadores/geradores também sabem disso!

Assim, variáveis como o PLD vigente, previsão de chuvas e consumo no SIN,  demanda e oferta por contratações fazem com que os preços de energia de longo prazo oscilem.

Veja o gráfico do histórico do PLD Mensal desde seu início.

Gráfico – Histórico do PLD desde 2004

Comparando-se os PLD’s por submercados, nota-se que geralmente são iguais. Apenas em algumas ocasiões ocorre o deslocamento e os preços divergem.

Quem contratou energia em 2014 para consumir em 2016  certamente pagou muito mais caro do que  aqueles que contrataram mensalmente no Mercado de Curto Prazo, pelo PLD. Além de que muito provavelmente, pagou mais caro do que quem contratou esta mesma energia alguns meses depois quando o PLD caiu consideravelmente.

Acompanhar o PLD e entender seu funcionamento é  essencial para  uma contratação bem sucedida, no momento certo e com menores preços, aumentando a economia de sua empresa no Mercado Livre.

Ficou com alguma dúvida?

Entre em contato conosco! Estamos sempre à disposição para lhe ajudar.