Economize até 40% com o Mercado Livre de Energia

Como migrar para o Mercado Livre de Energia

Ao optar em migrar para o Mercado Livre, a empresa terá que realizar alguns procedimentos necessários.

Dividimos as etapas em 3 frentes: Adesão a CCEE, Adequação do SMF – Sistema de Medição e Faturamento e abertura de conta Bradesco.

Adesão a CCEE

  • Informar a concessionaria a intenção de migrar;
  • Encaminhar a CCEE – Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, toda documentação necessária o para cadastro do cliente no mercado;
  • Firmar novo contrato de uso e conexão com a concessionária (CUSD).

Adequação do SMF – Sistema de Medição e Faturamento

  • Para aderir ao mercado é necessário solicitar o mapeamento dos pontos de energia e cadastra-los no sistema da CCEE.
  • O cliente deve realizar, com uma empresa especializada (com autorização da concessionária local), a adequação física no sistema de medição e faturamento de acordo com a legislação vigente;
  • Iniciar o processo de modelagem no SIGACCEE – Sistema Integrado de Gestão de Ativos.

Abertura de conta Bradesco

  • O cliente deve abrir uma conta específica para o Mercado Livre no banco Bradesco, agência Trianon em São Paulo/SP.
  • O CNPJ de cadastro deve ser o mesmo da documentação enviada para a adesão.

Esta conta será utilizada após a migração no cumprimento de algumas obrigações financeiras do mercado, tais como liquidação financeira e aporte de garantias financeiras. Para saber mais sobre estas e outras obrigações do mercado livre de energia, leia nosso artigo sobre o assunto.

Após realizar todos os procedimentos o cliente está apto a migrar para o Mercado Livre de Energia. As etapas podem ser realizadas em paralelo para que o tempo de migração seja menor.

Quer saber se sua empresa pode migrar para o Mercado Livre de Energia? Baixe nosso infográfico!